Destaque

MSP repassa R$ 20 milhões ao Exército Brasileiro para construção de complexo de tiro

publicado: 14/12/2018 14h05, última modificação: 28/08/2019 09h31
Recursos serão utilizados também para aquisição de sistema de radiocomunicação digital para integração com as forças policiais
IMG_5434.JPG

IMG_5434.JPG

Brasília, 13/12/2018 – O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann e o comandante do Estado Maior do Exército, general Paulo Humberto, assinaram na tarde desta quinta-feira (13), um Acordo de Cooperação Técnica para o repasse de R$ 20 milhões ao Exército Brasileiro (EB). Os recursos do Ministério da Segurança Pública serão utilizados para a construção de um complexo de tiro com simulação de ambiente urbano e para aquisição de sistema de radiocomunicação digital.

O complexo de tiro, que será construído em Goiânia (GO), a partir de janeiro de 2019, contará com a simulação de ambiente urbano. De acordo com Raul Jungmann, “a estrutura vai possibilitar uma melhor capacitação e preparação de pessoal dos operadores de segurança pública nos níveis federal e estadual, ampliando suas capacidades operativas; além de proporcionar uma maior integração entre integrantes do Exército Brasileiro e os profissionais da segurança pública”.

Além disso, de acordo com Raul Jungmann, parte dos recursos serão utilizados para aquisição de um moderno sistema de radiocomunicação digital. “Trata-se de um sistema que vai trazer mais disponibilidade, confiabilidade e segurança nas comunicações de voz e de dados. Com ela pretende-se aumentar a interoperabilidade entre o Exército Brasileiro e as forças que atuam na segurança pública, proporcionando uma maior flexibilidade de cobertura e integração sistêmica em todo território nacional”, disse o ministro.

Ainda sobre o sistema de radiocomunicação digital, o comandante do Estado Maior do Exército, General Paulo Humberto, complementa: “com esses recursos, avaliados em R$ 6 milhões, vamos ampliar os meios já existentes para aumentar essa interoperabilidade. Como se trata de um sistema de antenas, rádios e estações base repetidoras, vamos ampliar essa comunicação em alguns lugares em que nós estamos tendo mais uso e atuando com maior intensidade”.

Pesquisa Operacional

Durante a coletiva, o comandante do Estado Maior do Exército destacou a realização de uma pesquisa operacional, já em fase de conclusão, que abrange as áreas de pessoal, logística, financeira, capacitação, inteligência, gestão e protocolos das instituições visitadas. “A ideia é mostrar a situação real de cada corporação, para que a Secretaria Nacional de Segurança Pública possa atuar com base em informações objetivas. Além disso, o questionário vai servir também para que essas mesmas instituições possam verificar onde, de fato, elas precisam melhorar, para oferecer uma melhor segurança para a sociedade”, afirmou o general Paulo Humberto.

Parceria

Na ocasião, também foram apresentados os resultados de parceria firmada entre o Ministério da Segurança Pública e o Ministério da Defesa, em maio, que proporcionou a capacitação de policiais militares e bombeiros nas áreas de gestão de pessoal, inteligência, manutenção, apoio logístico e relacionamento institucional.

“Foram investidos cerca de R$ 5 milhões visando o fortalecimento do sistema de segurança pública a partir da maior qualificação e valorização do trabalho da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros”, pontuou o ministro Raul Jungmann.
Durante esse período, foram realizadas diversas visitas técnicas entre os profissionais do Exército Brasileiro com os comandantes-gerais das corporações, para o desenvolvimento de atividades relacionadas ao conhecimento dos sistemas de gestão pessoal, sistema de ensino e assistência pessoal.

No total, cerca de 5.845 profissionais da segurança pública receberam capacitação durante os últimos sete meses.

 Assessoria de Comunicação Social
(61) 2025-3135/2025-9962
ascom@seguranca.gov.br
www.seguranca.gov.br