Destaque

Secretário Nacional de Segurança Pública destaca um mês de atuação da FNSP no Ceará

publicado: 05/02/2019 15h01, última modificação: 26/08/2019 12h31
Efetivo da Força Nacional se prepara para atuar em Belém (PA) a partir de março

Brasília, 05/02/2018 –  O Secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, apresentou, nesta terça-feira (5), um balanço da atuação da Força Nacional de Segurança Pública no Ceará.

“Temos 420 homens e 93 viaturas trabalhando diuturnamente de forma integrada com a inteligência do estado, fazendo o patrulhamento da principais vias de circulação, segurança das garagens dos ônibus e auxiliando a Polícia Militar do estado do Ceará”, afirmou Theophilo.

De acordo com o secretário, a atuação da Força Nacional contribuiu para a expressiva redução no número de ataques que assustaram a população cearense no início de janeiro.

“Deixamos um legado muito grande em termos de material, doação de armamento, munições, coletes, além da integração da inteligência. Levamos o que há de mais moderno em termos de materiais de comunicação o que possibilitou fazer apreensão de aparelhos celulares nos presídios”, afirmou.

Além do trabalho nas ruas houve também um acompanhamento diretamente do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública da Senasp, localizado em Fortaleza (CE).

Com a mudança de cenário, a tendência agora é diminuir progressivamente a presença da Força Nacional no estado a partir dessa semana. Por questões de segurança, não serão informados detalhes sobre o planejamento de desmobilização.

“Quem trabalha com segurança pública sabe que temos que ser um pouco sigilosos, determinadas informações não são interessantes de serem repassadas”, destacou Theophilo.

A Força Nacional de Segurança Pública desenvolve, atualmente 29 operações em 15 estados.

O diretor da FNSP, Coronel PMCE Aginaldo, informou que, a partir da segunda quinzena de março, será mobilizado efetivo para atuar no Pará, a pedido do governador Helder Barbalho. As ações ainda estão sendo estudadas em conjunto com a Polícia Militar do estado e devem contar com 200 integrantes da Força Nacional na capital Belém (PA).

Atuação em Brumadinho

A atuação dos 60 bombeiros que integram a Força Nacional de Segurança Pública na tragédia de Brumadinho (MG), após o rompimento de barragem, também foi destacada pelo secretário.

“Prontamente nos deslocamos para lá, colocamos também o helicóptero da Força Nacional para fazer esse deslocamento, resgate dos corpos das vítimas e até de animais que também é muito importante dizer que trabalhamos em esses animais que estavam presos na lama”, finalizou Theophilo.