Destaque

Operação Nova Aliança: Mais de 1.200 toneladas de maconha são destruídas

publicado: 17/06/2019 11h49, última modificação: 26/08/2019 12h34
Estima-se que o valor da droga destruída chegaria a 40 milhões de dólares
SENAD.jpg

Brasília, 17/06/2019 - A Polícia Federal e a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad) realizaram, em cooperação internacional, mais uma ação conjunta que atingiu números impressionantes.

A 19ª fase da Operação Nova Aliança foi encerrada, na última semana, com a destruição de 1.200 toneladas de maconha em plantações que ocupavam um total de 413 hectares. A ação localizou e destruiu, ainda, 103 acampamentos utilizados por criminosos para o cultivo da droga na região de Amambay.

O sucesso das iniciativas já chama a atenção da Argentina, que pretende juntar-se ao esforço internacional no combate ao plantio e tráfico da droga na região.

Na atual fase da operação as plantações foram localizadas em áreas de montanha, de difícil acesso, o que acabou sendo superado pela destacada atuação dos helicópteros da PF e da Força Aérea Paraguaia.

Saiba mais: No Paraguai, ministro Sergio Moro acompanha os trabalhos da Operação Nova Aliança

Estima-se que o valor total da droga destruída, caso chegasse ao comércio ilegal, poderia alcançar os 40 milhões de dólares.