Destaque

Operação “Cravada”: PF desarticula núcleo financeiro de organização criminosa

publicado: 06/08/2019 12h06, última modificação: 26/08/2019 12h33
A operação cumpre 55 mandados de busca e apreensão e 30 mandados de prisão pelo país
PF.png

Brasília, 06/08/2019 - Com o apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (6), uma ação para desarticular o núcleo financeiro da organização criminosa responsável pelo recolhimento, gerenciamento e emprego de valores para financiamento de crimes nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Acre, Roraima, Pernambuco e Minas Gerais.

A Operação Cravada cumpre 55 mandados de busca e apreensão, além de 30 mandados de prisão, expedidos pela Vara Criminal de Piraquara (PR), em diversos municípios do Paraná e de São Paulo, além de outros no Mato Grosso do Sul, Acre, Roraima, Pernambuco e Minas Gerais.

As investigações começaram no início do ano e a Polícia Federal verificou que o núcleo é responsável por recolher e gerenciar as contribuições para a organização criminosa em âmbito nacional. Foram identificadas e bloqueadas mais de 400 contas bancárias suspeitas, que teriam os valores revertidos para aquisição de armas de fogo e entorpecentes.

Também prestaram apoio na operação o Ministério Público do Estado do Paraná, o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO/SP), a Secretaria de Administração Penitenciária do Estado e a Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Com informações da Polícia Federal