Notícias

Ministério da Justiça e Segurança Pública celebra Dia Internacional Contra a Corrupção

publicado: 09/12/2019 16h20, última modificação: 09/12/2019 16h26
Seminário contou com palestra do ministro Sergio Moro e autoridades do Judiciário e Executivo
49194246927_82b0337354_c.jpg

- Foto: IsaacAmorim/AG.MJ

Brasília, 09/12/2019 – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, reafirmou, nesta segunda-feira (9), durante o Seminário em Homenagem ao Dia Internacional Contra a Corrupção, os pilares do governo federal no combate à corrupção. “O compromisso do Ministério permanece o mesmo, desde o início desta gestão, comprometida em fazer a coisa certa, do jeito certo e pelos motivos certos, e trabalhar arduamente para que a corrupção não se instale, identificando pontuais desvios de conduta, punindo, e otimizando os mecanismos de controle disponíveis à população por meio da modernização das leis, de investigações e do fortalecimento dos órgãos de segurança pública”, destacou.

Segundo Sergio Moro, a corrupção afeta o bom funcionamento da sociedade, impactando na economia, na confiança da população e compromete os pilares da democracia. “Combater a corrupção é o nosso dever, e tem que ser executado de maneira firme e assertiva para que não haja brechas para o retrocesso, e assim, tenhamos uma gestão transparente, e um governo em que o cidadão possa confiar, feito para o povo e pelo povo, que é quem sofre as consequências desse crime que impacta várias áreas”, esclarece Moro.

O Seminário também contou com palestra do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. “O compromisso pelo combate à corrupção é uma responsabilidade de todos, do Ministério Público, do judiciário, assim como o ministério da Justiça. “Todos nós temos que agir para mudarmos a cultura da corrupção instalada. Hoje, as autoridades públicas estão à disposição para diminuir cada vez mais a incidência de casos, com o endurecimento das leis, e uma jurisprudência mais enfática”, afirma Fux.

49194248067_7a2d07e31d_c.jpg

Durante palestra, o  ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário afirmou que a mudança da cultura da corrupção instalada no país começa com o envolvimento de todos os setores, com as melhores práticas, a combinação de medidas judiciais e administrativas. “A transparência e integração entre os órgãos vem colaborando com os resultados positivos no combate à corrupção”, declara.

Saiba mais sobre a data

O Dia Internacional contra a Corrupção, instituída em 9 de dezembro de 2003, foi declarado pela Organização das Nações Unidas desde a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, como um apelo para que os governos e a população em todo o mundo se juntem a uma campanha mundial para se conscientizarem sobre a corrupção e atuem em diversas frentes contra essa prática criminosa. A data entrou no calendário brasileiro de celebrações por meio do decreto n.º 5.687, de 31 de janeiro de 2006.