Notícias

MJSP forma primeira turma de policiais do Programa Academia Nacional de Polícia

publicado: 29/11/2019 17h13, última modificação: 29/11/2019 17h15
O curso de Aperfeiçoamento em Segurança Pública capacitou, nesta primeira turma, 32 policias civis e militares dos estados e DF
DSC_0114.JPG

Brasília, 29/11/2019 – O Programa Academia Nacional de Polícia, iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública, capacitou, este ano, 32 policiais, entre delegados das polícias civis e oficiais das polícias militares dos estados e do Distrito Federal. A solenidade de encerramento dessa primeira etapa do Programa foi realizada nesta sexta-feira (29). A ação faz parte de acordo de cooperação entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Polícia Federal.

O secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, afirmou que o grande ganho do curso foi a integração entre as forças policiais. “Quebramos resistências com o Programa Academia Nacional de Polícia e começamos a unir mais a segurança pública. Sem dúvida, o intercâmbio é fundamental e o curso proporcionou essa integração”.

Para o diretor de Ensino e Pesquisa da Senasp, Jorge Pontes, esta turma é apenas o começo de muitas outras que serão capacitadas. “A ideia é darmos prosseguimento a esta iniciativa, pois segurança pública é o assunto da maior importância para a sociedade brasileira. E essa é a nossa maior responsabilidade, servir à sociedade”, disse.

Representando a Polícia Federal, o diretor de Gestão de Pessoal, Delano Cerqueira Bunn, colocou a Instituição à disposição para novas parcerias e projetos com o MJSP.

Para o aluno, Tiago Daniel de Morais - delegado de Polícia Civil do estado do Tocantins, o curso foi essencial para sua carreira. “Aprendemos novas formas de ver o trabalho policial e novas formas de desempenhar nosso papel. Capacitados, vamos ajudar a diminuir os índices de criminalidade e aumentar a sensação de segurança pública do nosso país”, disse.

A capitã da Polícia Militar de Sergipe, Fabíola Goes, também participante do curso, ressaltou que a capacitação foi assertiva ao unir expertises e integrar polícias na casa da Polícia Federal. “Com toda certeza vamos voltar transformados para os nossos estados. Essa primeira turma, que foi muito bem selecionada, nos mostrou que estamos todos unidos em um só objetivo, tanto a Polícia Civil e a Militar”, explicou.

 Sobre o Curso de Aperfeiçoamento em Segurança Pública do Programa Academia Nacional de Polícia

A capacitação, que teve duração de dois meses, teve como referência do “Programa FBI National Academy” e foi elaborado conforme o cenário atual da segurança pública brasileira com foco na integração entre as corporações e o objetivo de aperfeiçoar competências operacionais dos profissionais das forças de segurança do país.

Além das instruções diárias e palestras de renomados especialistas na área de segurança pública, os alunos realizaram visitas técnicas no Instituto Nacional de Criminalística (INC), no Instituto Médico Legal (IML), na Senasp, no Batalhão de Operações Especiais do Exército Brasileiro, em Goiânia (GO) e em outras instituições.