Notícias

MJSP realiza edição do Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias no Rio de Janeiro

publicado: 03/12/2019 18h23, última modificação: 03/12/2019 18h23
Até sexta-feira (06), 50 policiais civis do estado serão capacitados através da expertise da Polícia Federal
DSC_0113.JPG

Brasília, 03/12/2019 – Depois de passar por cinco capitais brasileiras durante este ano, o Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias (PFPJ) chega, em edição extra, ao estado do Rio de Janeiro. Abordando o tema “Corrupção Sistêmica e Delinquência Institucionalizada”, a capacitação, que segue até sexta-feira (06), é conta com a participação de 50 policiais civis e delegados do RJ com o objetivo de aprimorar o trabalho das polícias judiciárias, aumentando a capacidade investigativa e de resolução de crimes. O evento contou com a participação do secretário-executivo do MJSP, Luiz Pontel de Souza.

Na terça-feira (03), ao realizar palestra aos participantes desta edição, o secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, frisou a importância de se investir nas polícias civis. “Fortalecer o trabalho das Polícias Judiciárias é algo que temos feito desde o começo da nossa gestão na Senasp/MJSP e as entregas realizadas nos mostram que estamos no caminho certo. O PFPJ é um exemplo vivo dessa nova realidade que estamos espalhando. Juntos, vamos melhorar nossa Polícia Civil brasileira, através de muita capacitação, aperfeiçoamento e integração”.

 O diretor de Ensino e Pesquisa da Senasp, Jorge Pontes, explicou que a realização da edição extra no Rio de Janeiro se deu por conta das questões do estado na temática de segurança. “A cidade do Rio de Janeiro, assim como o próprio estado, vem atravessando problemas de segurança pública muito severos por conta das últimas gestões, principalmente, por políticas equivocadas na área. E, por conta do bom relacionamento que temos com a da Polícia Civil do RJ, uma das mais tradicionais do Brasil, resolvemos prestigiar o estado com essa edição inédita do PFPJ que merece nossa atenção”, explicou.

 Pontes adiantou ainda que o calendário do Programa para 2020 está sendo construído. “Vamos começar pela região Sul e vamos focar muito na região Norte e Nordeste. Faremos ainda algumas edições com o tema “Corrupção Sistêmica e Delinquência Institucionalizada” nos estados que ainda não receberam a capacitação e depois vamos  abordar a temática de “Crimes Violentos”, explicou.

 Para a diretora do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD), delegada Patrícia Alemany, o PFPJ é uma grande contribuição à Polícia Civil. “Esse curso é de suma importância para agregar conhecimentos à Polícia Civil do estado do RJ nas investigações de combate ao crime organizado e corrupção. Pois, essas investigações são muito complexas e nós precisamos de parceiros. Então, é fundamental o apoio do MSJP, do Governo Federal à nossa Polícia Civil”, finalizou.

 A semana de capacitação ocorre na Academia Nacional de Polícia Sylvio Terra (ACADEPOL), do RJ, e traz como palestrantes delegados federais de três distintas gerações, responsáveis pelas maiores operações policiais realizadas pela instituição nos últimos 15 anos. Serão mostrados estudos de casos e diferentes técnicas operacionais a fim de promover a troca de conhecimento entre Polícia Federal e Civil.

Sobre o PFPJ

O Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias é uma iniciativa da Diretoria de Ensino e Pesquisa da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e, neste ano de 2019, capacitou mais de 200 policiais civis brasileiros, através da expertise da Polícia Federal.  Entre os assuntos discutidos com os alunos estão a atuação integrada, enfrentamento ao crime institucionalizado à grande corrupção, combate ao crime organizado, lavagem de dinheiro, planejamento operacional, cooperação internacional, inteligência policial, medidas de seletividade dos inquéritos policiais, entre outros.