Notícias

Moro destaca preocupação do governo federal com a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual aos profissionais de segurança pública de todo país

publicado: 13/04/2020 18h16, última modificação: 13/04/2020 18h19
Plano Nacional de Segurança Pública prevê cenários para atuação em caso de crise
WhatsApp Image 2020-04-13 at 6.18.26 PM.jpeg

Brasília, 13/04/2020 – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, destacou os esforços do governo federal para garantir Equipamentos de Proteção Individual aos profissionais de segurança pública federais, dos estados e Distrito Federal.  As compras serão feitas pelo próprio Ministério ou em conjunto com outras Pastas. “O profissional de segurança pública tem que trabalhar com a proteção necessária para que evitemos um abalo na segurança pública com a disseminação do coronavírus”, afirmou Moro. As informações foram repassadas durante entrevista coletiva nesta segunda-feira (13).

Até agora, R$ 2 milhões e 500 mil foram investidos pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública na aquisição de máscaras, óculos de proteção, luvas e frascos de álcool gel para uso pelos policiais dos estados onde atua o Programa VIGIA do MJSP e pela Força Nacional de Segurança Pública. Outros equipamentos devem ser comprados nos próximos dias.

Em conjunto com os Estados e Distrito Federal, o MJSP também elaborou um Plano Nacional de Segurança Pública. Segundo Moro, o Plano “prevê os diversos cenários possíveis para estarmos preparados para toda e qualquer contingência”. O Plano abrange também o sistema penitenciário que, para evitar a disseminação do vírus, suspendeu  - em todos os Estados e DF -  as visitas aos presos.

Sergio Moro também apresentou dados que mostram o reflexo da queda do movimento nas estradas nos acidentes e crimes. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, de 11 de março a 12 de abril, houve queda nos acidentes graves (-23%), pessoas feridas (-30%), roubos de cargas (-19%) e roubo a ônibus (-49%).  A redução de acidentes diminui a pressão para o sistema hospitalar, avaliou o ministro.

Povos Indígenas

Durante entrevista coletiva, o ministro Sergio Moro também destacou a preocupação com os povo indígenas. “Sabemos que existe uma série de preocupações com intromissões indevidas nas terras indígenas, esse é um desafio grande – não é de hoje – e estamos envidando esforços para que isso não ocorra. Existe uma série de ações que estão sendo tomadas, a Polícia Federal não deixou de fazer operações para coibir garimpo ilegal em terras indígenas”, explicou Moro

Na ocasião, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, apresentou o Plano de Contingência para a população vulnerável, entre elas, os povos indígenas. O governo federal vai investir, até junho de 2020, R$ 4 bilhões e 700 milhões de reais em ações de prevenção, saúde e assistência aos povos tradicionais.