Notícias

Ocorrências de roubos e homicídios seguem em queda nos municípios que recebem o projeto “Em Frente, Brasil”

publicado: 14/01/2020 15h13, última modificação: 14/01/2020 15h14
Atuação integrada entre União, Estados e Municípios resultou na queda de 44,1% nos homicídios e 29,9% nos roubos
6b0fbe9a-090a-49f6-8507-b71b0a6d9966.png

Brasília, 14/01/2020 – A atuação conjunta entre as forças de segurança federais, estaduais e municipais resultou na redução de 44,1% nas ocorrências de homicídios nos cinco municípios que fazem parte do projeto-piloto “Em Frente, Brasil”. Foram preservadas 165 vidas. Os dados são do período de 30 de agosto de 2019, data do início do projeto, a 11 de janeiro deste ano. Todos os cinco municípios registraram queda nos homicídios:  Ananindeua/PA (-65,2%), Cariacica/ES (- 8,9%), Goiânia/GO (-47,9%), São José dos Pinhais/PR (-20,7%) e Paulista/PE (-36,4%).

Desde que o “Em Frente, Brasil” teve início, as ocorrências de roubo tiveram redução de 29,9%. Os números mostram que a atuação integrada permitiu redução nos roubos em Ananindeua (-17,3%); Cariacica (-24,7); Goiânia (-40,8%); Paulista (-31,6%) e São José dos Pinhais (-28,2%).

Em quatro meses de projeto, as forças de segurança abordaram mais de 334 mil pessoas, resultando na prisão de 1.718 pessoas e apreensão de 370 menores. Mais de 500 inquéritos foram instaurados e 449 mandados de prisão foram cumpridos nos cinco municípios. Houve ainda apreensão de mais de 220 armas, de mais de 18 toneladas de drogas e a recuperação de 453 veículos.

A atuação integrada em forças-tarefas conta com a participação de policiais federais, rodoviários federais, militares, civis, bombeiros, guardas municipais, agentes penitenciários, agentes federais de execução penal, Força Nacional de Segurança Pública e demais agentes de segurança estaduais e municipais.

Atuação integral

O "Em Frente, Brasil" propõe uma nova estrutura para as políticas públicas de estado, direcionadas ao combate da criminalidade violenta com foco nos territórios, a partir da implementação de soluções customizadas às realidades regionais.

Além da fase de choque operacional, o projeto conta com uma fase de atuação integral. Após a realização dos diagnósticos locais, estão sendo construídos os planos locais com ações socioeconômicas para os cinco municípios participantes.

O objetivo é  promover a transformação das realidades socioeconômicas das regiões, por meio da cooperação e da integração entre os entes da federação. No âmbito da União, além do Ministério da Justiça e Segurança Pública, fazem parte do projeto-piloto a Casa Civil, Secretaria de Governo, Secretaria-Geral da Presidência da República e os ministérios da Mulher, Família e Direitos Humanos; Economia; Saúde; Desenvolvimento Regional; Cidadania e Educação. No âmbito do Governos Estaduais e Municipais, as suas respectivas secretarias com simetria aos ministérios envolvidos.