Notícias

Operação Alagados desarticula organização criminosa em Pernambuco

publicado: 05/03/2020 15h59, última modificação: 05/03/2020 16h20
Investigações tiveram início com a implantação do projeto “Em Frente, Brasil”, no município de Paulista
WhatsApp Image 2020-03-05 at 16.05.23.jpeg

Brasília,05/03/2020- A partir de investigações iniciadas há sete meses, com a implementação do projeto-piloto “Em Frente, Brasil”, no município pernambucano de Paulista, foi deflagrada nesta quinta-feira (5) a Operação Alagados. A ação contou com a atuação da Polícia Federal em Pernambuco, Força Nacional Ostensiva, Força Nacional de Polícia Judiciária, Polícia Civil e Polícia Militar de Paulista e Igarassu para desarticular uma organização criminosa liderada por um perigoso foragido da justiça e responsável pelo tráfico de drogas e homicídios nos municípios de Paulista e Igarassu/PE.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e dez de prisão preventiva expedidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Paulista. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Paulista, Olinda, Igarassu e Recife, bem como nos presídios de Igarassu e no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel).

A quadrilha atuava com extrema violência, executando membros de quadrilhas de tráfico de drogas rivais pelo domínio do território. Dentre os presos também estão algumas mulheres que eram responsáveis pela guarda e venda de drogas e fornecimento de informações para execuções de vítimas de homicídios.

24627593-de0e-404e-838d-ccc607d4b18c.jpg

Os presos estão sendo levados para a Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco, onde serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, homicídios e organização criminosa, cujas penas ultrapassam os 30 anos de reclusão. Após realizarem exame de corpo de delito, as mulheres serão enviadas para o Presídio Feminino e os homens para o Cotel, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual.

O principal líder da quadrilha foi preso em 28 de fevereiro, em Paulista/PE, em uma ação conjunta da força-tarefa do “Em Frente, Brasil”. Ele é investigado desde 2018 pela participação em cerca de 20 homicídios.

Em Frente, Brasil

É um projeto-piloto que faz parte do programa nacional de enfrentamento à criminalidade violenta, preparado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Consiste na articulação entre a União, os Estados e os Municípios para a redução da criminalidade violenta, por meio de um conjunto de ações de prevenção socioeconômica e repressão qualificada, planejadas em uma governança e gestão integrada.

As cidades que fazem parte do projeto-piloto são: Ananindeua (PA), Cariacica (ES), Goiânia (GO), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR).

O projeto alia atuação integrada das forças de segurança pública com ações sociais e econômicas, para promover a transformação das realidades das regiões, por meio da cooperação e da integração, obtidas pelas parcerias firmadas com estados e municípios, além da participação de outros ministérios, que auxiliarão para o alcance dos resultados previstos.

No âmbito da União, fazem parte do projeto-piloto os ministérios da Justiça e Segurança Pública; da Mulher, Família e Direitos Humanos; Economia; Saúde; Desenvolvimento Regional; Cidadania; Educação, além da Casa Civil, Secretaria de Governo, Secretaria-Geral da Presidência da República. No âmbito dos governos Estaduais e Municipais, as suas respectivas secretarias com simetria aos ministérios envolvidos.