Destaque

Sistema de informações reforçará ações nas 220 delegacias do Tocantins

publicado: 11/12/2017 15h08, última modificação: 26/08/2019 12h32
Iniciativa do Ministério da Justiça está capacitando policiais para uso de procedimentos eletrônicos


Treinamentos acontecem desde abril e duas novas turmas serão capacitadas em Palmas (TO), ainda este mês

Brasília, 11/12/17 - Otimizar investigações, aperfeiçoar estatísticas criminais e melhorar a prestação de serviços ao cidadão. Esse é o objetivo da parceria inédita entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Governo do Tocantins. Mais de 650 agentes, escrivães e delegados já foram capacitados para o uso do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) nas 220 delegacias da Polícia Civil do estado. Os treinamentos acontecem desde abril e duas novas turmas serão capacitadas em Palmas (TO), ainda este mês.

Dentre as soluções do Sistema está o Sinesp PPE, que disponibiliza em meio digital todos os procedimentos policiais eletrônicos utilizados nas delegacias brasileiras, como o boletim de ocorrência, o auto de prisão em flagrante e até mesmo o inquérito policial. A iniciativa foi criada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), um dos principais órgãos do MJ e responsável por políticas públicas para redução da violência e criminalidade.
 
“Um dos objetivos da Senasp é integrar os dados da segurança pública, prisionais e sobre drogas através do Sinesp. Para isso, desenvolvemos diferentes soluções que estão sendo disponibilizadas aos estados. O Sinesp PPE é uma delas e já está sendo utilizado pelas polícias civis de oito estados", explica o secretário-adjunto da Senasp, almirante Alexandre Araújo Mota.

Segundo o escrivão Ariosvandre Tavares, o Sinesp PPE representa um marco na segurança pública. “Esse sistema proporciona aos policiais acesso a diversos bancos de dados de forma simultânea e permite interação entre os dados produzidos pelas 27 unidades federativas. Acreditamos que o PPE fica a cada dia mais sólido em sua função de auxiliar os serviços policiais”, afirma Tavares, que é chefe do Núcleo de Gestão de Sistemas de Informações de Procedimentos da Diretoria de Inteligencia e Estratégia da Polícia Civil tocantinense.
 
Treinamento e implantação
A Senasp capacitou em abril deste ano 10 servidores locais, incumbidos da multiplicação de conhecimento necessário para o uso da utilização dos Procedimentos Policiais Eletrônicos do Sinesp no estado. Até novembro, eles realizaram mais de 530 horas de curso em todas as regionais do estado, preparando para uso da solução 658 servidores, entre agentes, delegados, escrivães e assistentes administrativos que atuam em delegacias. A capacitação continua em dezembro, com duas novas turmas sendo capacitadas em Palmas (TO).
 
Após o treinamento, os policiais civis já passam a utilizar as funcionalidades da ferramenta, como a produção, armazenamento, acesso, consultas e compartilhamento remoto, por meio eletrônico, a documentos essenciais ao funcionamento de uma unidade policial, como boletins de ocorrências, termos circunstanciados de ocorrência, inquéritos policiais e autos de prisão em flagrante.

Sinesp PPE
Entre as funcionalidades do Sinesp PPE estão o georreferenciamento das ocorrências com visualização de mapas; vinculação de boletins de ocorrência sobre atos interligados ou de tipos penais com os envolvidos; painel de notificações com produtividade, estatísticas e aproveitamento automático dos dados já registrados em outros documentos; e integração com bases externas, como bancos de dados do Conselho Nacional de Justiça e Departamento Nacional de Trânsito", explica Denilson Silva, coordenador-geral do Sinesp.
 
Além do Tocantins, o Sinesp PPE já está sendo utilizado nos estados do Acre, Amapá, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe. A Senasp/MJ oferece o treinamento e a implantação do sistema sem custos para os estados, que passam a utilizar o sistema e integrar uma rede ainda mais forte de troca de informações em todo o Brasil.
 
Sinesp CAD
O Sinesp foi criado e é gerido pela Senasp/MJ com o objetivo de propiciar celeridade e eficiência na execução das atividades policiais, além de prover informações estatísticas dos crimes registrados. Outro exemplo de ferramenta dentro do Sistema é o Sinesp CAD (Central de Atendimento e Despacho), uma solução digital que otimiza o cadastro de ocorrências e odespacho de equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, e que também está sendo implantada, estado por estado.
 
O Sinesp CAD oferece um controle de equipes disponíveis ao atendimento nas ruas, visualizações dos incidentes em tempo real no mapa, sistemas de monitoramento de viaturas, autenticação de usuários e opção de acesso off-line. Atualmente está sendo utilizado pelas forças de segurança nos estados do Rio Grande do Norte, Maranhão e Rio de Janeiro e em 10 Estados e no Distrito Federal junto a Polícia Rodoviária Federal.